Produtos - Conheça toda nossa linha.
 
Serviços - Confiança e credibilidade.
 

Eletropaulo e CPFL são multadas em R$ 15,7 mi

Postado por: admin | Eletricidade | segunda-feira 18 março 2013 9:00

As concessionárias de distribuição de energia foram advertidas pela agência reguladora do estado de São Paulo por falhas na manutenção e no monitoramento dos níveis de tensão; elas podem recorrer

A Eletropaulo foi multada em 6,9 milhões de reais e a CPFL Energia em cerca de 8,8 milhões de reais pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp), conforme publicado do Diário Oficial do Estado de São Paulo.
No caso da Eletropaulo, foram aplicadas duas multas relacionadas ao fato de a distribuidora manter subestações, alimentadores, linhas, circuitos e transformadores com carga acima da capacidade admissível e também pela falta de manutenção em subestações, segundo nota da Arsesp.
Já as multas na CPFL Energia foram aplicadas nas controladas CPFL Paulista (8,751 milhões de reais), CPFL Mococa (16,2 mil reais) e CPFL Santa Cruz (80,8 mil reais) “por falhas nos indicadores de qualidade do fornecimento de energia e problemas no monitoramento nos níveis de tensão”, afirmou a agência reguladora.
As concessionárias ainda têm direito à contestação das multas junto à agência, segundo a Arsesp. O valor das multas é recolhido ao Tesouro Nacional.

A Eletropaulo foi multada em 6,9 milhões de reais e a CPFL Energia em cerca de 8,8 milhões de reais pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp), conforme publicado do Diário Oficial do Estado de São Paulo.

No caso da Eletropaulo, foram aplicadas duas multas relacionadas ao fato de a distribuidora manter subestações, alimentadores, linhas, circuitos e transformadores com carga acima da capacidade admissível e também pela falta de manutenção em subestações, segundo nota da Arsesp.

Já as multas na CPFL Energia foram aplicadas nas controladas CPFL Paulista (8,751 milhões de reais), CPFL Mococa (16,2 mil reais) e CPFL Santa Cruz (80,8 mil reais) “por falhas nos indicadores de qualidade do fornecimento de energia e problemas no monitoramento nos níveis de tensão”, afirmou a agência reguladora.

As concessionárias ainda têm direito à contestação das multas junto à agência, segundo a Arsesp. O valor das multas é recolhido ao Tesouro Nacional.

Fonte: Veja



Nenhum Comentário »

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URI

Deixe um comentário