Produtos - Conheça toda nossa linha.
 
Serviços - Confiança e credibilidade.
 

Fios e Cabos!

Postado por: admin | Eletricidade | terça-feira 1 novembro 2011 15:27

Para muitos é um dilema na hora de decidir o que usar nas instalações elétricas, Fios ou Cabos???

A DIFERENÇA ENTRE UM FIO E UM CABO É A FLEXIBILIDADE.

Os fios são feitos de um único e espesso filamento, e por isso são rígidos.

Os cabos são feitos por diversos filamentos finos, o que lhes dá maleabilidade e facilita sua colocação dentro dos eletrodutos.

Devem ser usados os fios e cabos de cobre de alta condutividade, tipo anti-chamas, com revestimento termoplástico e nível de
isolamento para 750 V e 1000V, salvo indicação em contrario do projeto executivo de elétrica.

Cada fio ou cabo deve conter as seguintes informações gravadas de forma continua.

Cada fio ou cabo deve conter as seguintes informações gravadas de forma continua, bitola, isolação, temperatura, nome do fabricante.

Basicamente as características elétricas (capacidade de condução de corrente, resistência da isolação, etc.) dos cabos flexíveis são as mesmas dos fios rígidos.

A grande diferença é que os cabos flexíveis são melhores para a instalação devido ao fácil manuseio.

APLICAÇÃO

Como condutores de eletricidade, protegidos em eletrodutos, destinados à distribuição de luz, força motriz, aquecimento, sinalização e campainha. Em instalações fixas, embutidas ou aparentes.

VIDA ÚTIL

Um sistema bem feito dura em média 20 anos, mas 10 anos já é um bom período para se fazer uma revisão:

Verificar a fiação, os soquetes, os interruptores e tomadas tanto nos fios e cabos como também, nos dispositivos de proteção, como disjuntores e fusíveis…

Um soquete com problemas rouba energia da lâmpada e um interruptor com algum fio solto ou com mau contato pode causar um curto circuito.

A FIAÇÃO

A escolha da bitola (grossura) do fio ideal para cada circuito deve levar em contas as cargas associadas a cada circuito.

As bitolas mínimas recomendadas são de 1,5mm² para iluminação e 2,5mm² para tomadas de uso geral (TUGs).

CABO É MELHOR QUE FIO?

Depende da utilização.

A única diferença que existe é a flexibilidade a corrente é a mesma, ou seja, um fio 1,5mm², um cabo 1,5mm², ou um cabo flexível
1,5mm², possuem a mesma capacidade de condução de corrente.

Resumindo, a capacidade de corrente é a mesma para as mesmas seções nominais, independentemente da classe do condutor.

O que vai definir a classe a ser utilizada é aplicação e/ou a preferência do projetista ou instalador.

ENTÃO FIO OU CABO QUAL UTILIZAR?

A rigor, só existe uma diferença, que é a flexibilidade, já que a capacidade de corrente dos dois é a mesma.

Ao adquirir este tipo de material, não avalie apenas o preço, a qualidade da matéria prima é muito importante como;

Na compra de qualquer produto, desconfie dos preços baixo demais pesquise mais.

Seja qual for a marca e o tipo de material utilizado (fio ou cabo) utilize os produtos que tenham suas identificações
claras como seção, temperatura, tensão de isolamento, nº da norma que especifica as características técnica referidas para este cabo.

Circuitos específicos, como chuveiros, torneiras elétricas, equipamentos acima de 1800 watts devem ter a potencia do equipamento calculado para cada circuito, e determinar a bitola dos fios incluindo também o fio terra para sua proteção.

Preferencialmente toda fiação devera estar embutidas em eletrodutos ou eletrocalhas para evitar contatos e acidentes.

Os circuitos de tomadas e iluminação deveram ter a proteção individual preferencialmente por disjuntores.

Fonte: http://redeseletricas.wordpress.com/



Nenhum Comentário »

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URI

Deixe um comentário