Produtos - Conheça toda nossa linha.
 
Serviços - Confiança e credibilidade.
 

ABB apóia esforços globais de sustentabilidade

Postado por: admin | Eletricidade | sexta-feira 24 junho 2011 11:21

A ABB é parceira da Megatec Painéis, saiba um pouco mais sobre a ABB:

A ABB está trabalhando com concessionárias e grupos de empresas internacionais para encontrar maneiras de proteger o meio ambiente enquanto promove o crescimento econômico.

Em 2006, a ABB se uniu a concessionária Sueca Vattenfall e outras companhias relacionadas à energia numa iniciativa de líderes de negócios para combater as mudanças climáticas com um acordo global que limita as emissões e estabiliza o aumento global da temperatura.

A ABB é membro do Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável, uma coligação de 180 empresas internacionais fundada em 1995, e também é uma das 40 empresas do Conselho de líderes empresariais ambientais, do Pew center nas Mudanças Climáticas Globais.

Os grupos estão buscando formas de solucionar o difícil problema de auxiliar as pessoas no desenvolvimento dos seus padrões de vida, enquanto reduzem as suas emissões de gases de efeito estufa que causam as mudanças climáticas.

Estudos sobre energia e mudanças climáticas
O comprometimento da ABB está auxiliando em pesquisas, como por exemplo, do Conselho Empresarial Mundial 2005, sobre energia e mudanças climáticas. Utilizar mais gás natural ao invés de carvão e óleo é uma das três principais opções para cortar as emissões identificadas no relatório.

A segunda opção está trabalhando para produzir energia que não libera dióxido de carbono e que tem um fornecimento ilimitado, como por exemplo, energia eólica ou solar. A conservação de energia e sua eficiência são a terceira opção.

“ Irá demorar anos, se não décadas para criar substitutos para os combustíveis atuais, mas há muitas coisas que podemos fazer hoje”, disse Peter Terwiesch, presidente da área de tecnologia da ABB. “ Utilizando-se o estado da arte da tecnologia atual, nós podemos aumentar significativamente a eficiência com que geramos, transmitimos, distribuímos e consumimos a eletricidade”.

“ Isso não nos leva apenas para a conservação imediata dos recursos de combustíveis mais preciosos e para redução das emissões, mas também representa tipicamente um retorno econômico bem melhor se comparado a adição de novas capacidades de geração ou continuar a pagar altas contas de energia. Esse é o motivo pelo qual na ABB nós sempre conversamos sobre medidas para promover a eficiência energética como uma outra alternativa de combustível.”

Preço global para emissões
A ABB e as empresas que assinaram a iniciativa de Vantefall sobre mudanças climáticas estão pressionando a introdução de um preço global para as emissões de gases de efeito estufa, para que assim, esse assunto possa ser negociado mundialmente com o mínimo impacto na competitividade.

Eles também estão sugerindo aos governos, produtores e clientes que fiquem abertos para novas soluções e desenvolvimentos tecnológicos para assegurar o uso mais eficiente dos recursos e que as opções não estão limitadas as ofertas atuais.

Uma das opções para melhorar a eficiência energética, que a ABB vem explorando na Suécia, envolveu o teste de benefícios financeiros de se conectar pequenos equipamentos de energia solar a redes de eletricidade ao invés de utilizar a eletricidade produzida nos prédios aos quais estão anexados.

A ABB, concessionárias Vattenfall e Malarenergi, grupo de energia solar NAPS e outros, organizaram uma planta de 25 painéis produzindo um máximo de 3 kilowatts (kW), a primeira planta solar na Suécia a vender a sua produção para um negociador de eletricidade.

Não existiam problemas técnicos, mas a experiência provou que uma planta solar precisa ser de duas a três vezes maiores para cobrir o custo de alimentação de energia na rede, fornecendo as bases para um debate público sobre o futuro da energia solar.

Fonte: www.abb.com.br



Nenhum Comentário »

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URI

Deixe um comentário